MUITAS CASAS, CASAS PARA TODOS

– OFICINA DE VERÃO 2018 –

Oficina de Arquitectura para Crianças

Oficinas SUPER ARQUITECTO

23 a 28 de Julho e de 30 de Julho a 2 de Agosto de 2018

Sessão de manhã das 10h00 às 13h00

Sessão de tarde das 14h00 às 17h00

Há casas pequenas demais e outras monstruosas, umas excêntricas, outras de bicos de pés andam desalinhadas…. Há muitas Casas diferentes e outras parecidas entre si.

Descobrimos a nossa própria casa, relembramos a mais estranha, a ideal ou aquela a que nunca fomos.
Há muitas casas, casas para todos os gostos e aquela casa é só “aquela casa” porque é tua.

Oficinas Super Arquitecto

SINOPSE | Observamos na cidade o tempo e as diferentes casas que ele fabricou. Descobrimos e diferenciamos as posições geográficas que ocupam e compreendemos que a casa Barroca, a Moderna, a Desconstruída, a Medieval… são partes dessas tantas casas transformadas no tempo.
Há muitas, muitas casas… Casas para Todos! Mas aquela é a tua casa ou a casa dele, porquê?

 

INFORMAÇÕES PRÁTICAS | Roupa prática e que se possa sujar, lanche se houver hábito de comer entre refeições.

DESTINATÁRIOS | Crianças dos 6 aos 12 anos.

OBJECTIVOS | Estudar e reconhecer diferentes formas de desenhar as casas e cidades.
Conseguir localizar noutras cidades do Mundo essas formas do tempo. Construir uma destas casas e o seu contexto espacial na cidade. Conseguir explicar as suas características e pensar como ela ocupa a cidade. Pensar e sentir como nos apropriamos duma casa. Porque aquela é a nossa casa? Ou a casa dele?

PREÇO | 10 euros – uma manhã ou uma tarde, 20 euros – o dia inteiro, 85 euros – cinco dias.

MATERIAL | Cartolinas, canetas e lápis coloridos, tintas ou pinceis.

QUANDO | De 23 a 28 de Julho e de 30 Julho a 3 de Agosto de 2018.

HORÁRIO | Das 10h00 às 13h00 ou das 14h00 às 17h00.

ONDE | Casa-Atelier Vieira da Silva

Inscrições através do e-mail | casa-atelier@fasvs.pt

 


PAULO PALMA (Serpa, 1977) 

Arquitecto Paisagista pela universidade de Évora. Nos últimos dez anos tem desenvolvido projectos de Arquitectura Paisagista nas diversas escalas de aproximação do território. Tem desenvolvido também estudos artísticos de investigação relacionados com a transformação do território, a partir do cruzamento de áreas disciplinares distintas, com o objectivo de apreender e divulgar a diversidade da Paisagem. Entre estes estudos destacam-se: “Paisagem Resgatada, crónica sobre o desaparecimento do território do Alqueva”; “O meu pais é o que o mar não quer, permanência e transformação da costa Portuguesa” e “Morfologia da Reforma Agrária, calendário gráfico 1975”. Desde 2011 é docente convidado da licenciatura em Arquitectura Paisagista no Instituto superior de Agronomia da Universidade de Lisboa em 2016 começou como colaborador no projecto pedagógico de Arquitectura “Super Arquitecto”.

RITA CATARINO (Serpa, 1984)

Arquitecta pela Faculdade de Arquitectura de Lisboa e Bauhaus Universitat em Weimar, tem também formação em Ilustração pela CIEAM da Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Em 2009 foi co-fundadora da Oficina de Arquitectura Latitudes, com o objectivo pedagógico de levar a arquitectura às crianças. As oficinas passaram no Programa Nacional de Literacias e Literatura de 2013/14, nas várias edições do Arquitecturas Film Festival, na rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa, vários museus e escolas primárias e básicas do país. Das oficinas resultaram revistas, livros e brinquedos arquitectónicos.
Tem desenvolvido estudos artísticos de investigação da paisagem e arquitectura. Entre eles “Paisagem Resgatada, Crónicas do Desaparecimento do Território da Albufeira do Alqueva” em colaboração com o Museu da Luz/EDIA e “Morfologia da Reforma Agrária” em colaboração com o Município de Montemor-o-Novo e Oficinas do Convento.
A primeira investigação resultou numa Exposição em 2015 no Museu da Luz (Aldeia da Luz, Portugal) e numa exposição integrada no Open House Roma no Complexo Ex Cartiera Latina em Roma e num Jornal em que participaram diversos artistas contemporâneos portugueses.